Cabo Verde | Cultura

Cremilda Medina cabeça de cartaz no Festival Folk Celta, em Ponte da Barca

(C) Cremilda Medina
(c) Cremilda Medina

O Festival Folk Celta que se realiza em Ponte da Barca, Viana do Castelo, Portugal, nos dias 26 e 27 de Julho, tem Dead Combo, Sérgio Godinho e Cremilda Medina como cabeças de cartaz.

Ponte da Barca recebe nos dias 26 e 27 de Julho a 12.a edição do Festival Folk Celta que vai decorrer num único palco, no Choupal, nas margens do rio Lima, “com artistas vindos do Brasil, Cabo Verde, Canadá, Hungria, Espanha e Portugal”, anunciou a organização em comunicado.

Os cabeças de cartaz são lusófonos, os portugueses Dead Combo e Sérgio Godinho a par da Cabo Verdiana Cremilda Medina.

No primeiro dia, o festival começa com Ana Alcaide, compositora espanhola, seguindo-se Cremilda Medina “com as suas Mornas e Coladeiras de Cabo Verde”, de seguida o palco é dos galegos Os D`Abaixo, antes dos Dead Combo que apresentam o seu último disco, “Odeon Hotel”, e a noite termina com sons vindos da Hungria, com os Meszecsinka.

A abertura do palco, no segundo dia, cabe aos canadianos Jazzamboka, seguindo-se o galego Caxade e o seu folk-pop no palco, antecedendo Sérgio Godinho, o “homem dos sete instrumentos”. Os Omiri sobem ao palco, para “reinventar a tradição portuguesa” e, a fechar o festival, estão os brasileiros, residentes em Portugal, Samba Sem Fronteiras.

Carregando consigo parte da cultura cabo-verdiana, Cremilda Medina faz parte da nova geração da música popular/tradicional, com principal incidência na Morna e Coladeira.

Cremilda Medina que tem sido reconhecida e obtido as boas críticas tanto a nível nacional e internacional, como foi o caso dos prémios obtidos nos Estado Unidos da América, “Best World Music” por dois anos consecutivos nos IPMA e em Cabo Verde com “Melhor Intérprete Feminina” na gala Mindel Prémio, “Melhor Morna 2017” e o prémio “Sapo Award” nos CVMA por dois anos consecutivos. Em Portugal, Cremilda Medina vai participar noutro concerto no dia 24 de Julho no Teatro de Vila Real.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo