Saab diz ser vítima de tortura pelos EUA em Cabo Verde

O empresário colombiano-venezuelano Alex Saab denunciou que “os Estados Unidos têm quatro empregados naturais de Cabo Verde” encarregues de o torturar na prisão. A queixa foi feita nesta quarta-feira, 02 de setembro, através de uma carta citada pelo ‘El Mundo’.

Recorde-se que Saab encontra-se detido no arquipélago. O empresário, de 48 anos, está sob sanções de Washington desde junho de 2019. Tal acontece por ser, alegadamente, testa de ferro do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, 

“Os Estados Unidos têm quatro empregados que entram na minha cela todas as noites e me espancam para que faça declarações falsas contra [Nicolás] Maduro”, pode ler-se na missiva.

Alex Saab foi detido a 12 de junho pela Interpol e pelas autoridades cabo-verdianas, durante uma escala técnica no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal. A detenção ocorreu com base num mandado de captura internacional emitido pelos Estados Unidos da América (EUA).

“Sou um enviado especial da Venezuela à Rússia e ao Irão, tenho imunidade diplomática e exijo a minha libertação”, defendeu-se assim o réu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…
Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…