Ex-juiz espanhol Baltasar Garzón

Venezuela: Ex-juiz Baltasar Garzón defenderá Alex Saab

O ex-juiz espanhol Baltasar Garzón defenderá Alex Saab, alegado testa de ferro do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, nas ações contra os EUA e Cabo Verde. Garzón integrará a equipa jurídica do empresário colombiano perante as organizações judiciais internacionais, informou o advogado José Manuel Pinto Monteiro à Efe.

De acordo com as declarações de Pinto Monteiro, Garzón “liderará um processo contra os EUA e Cabo Verde perante o Tribunal Internacional de Justiça em Haia pela violação da imunidade jurisdicional de Alex Saab“. Além disso, o advogado planeia pedir ao Estado insular uma indemnização entre 5 e 12 milhões de dólares.

Atualmente, Garzón dirige o escritório de advocacia Ilocad, com sede em Madrid, e a sua carteira de clientes inclui o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, preso no Reino Unido, onde aguarda uma decisão sobre a sua extradição para os EUA.

Para defesa neste processo, Saab contratou um grande consórcio de advogados que inclui, além de Pinto e Garzón, a holandesa Rutsel Martha (ex-diretora de assuntos jurídicos da Interpol) e a ucraniana Maryna Pogibko, especialista ligada à empresa britânica Amadeus em Londres.

Alex Saab está detido em Cabo Verde desde 12 de junho, quando o seu avião parou para reabastecer no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha de Sal, no norte do país, e é alvo de um pedido de extradição pelos Estados Unidos.

A sua prisão ocorreu depois de o Ministério Público da Colômbia ter imposto medidas cautelares em 9 de junho para a expropriação de oito propriedades do “património ilícito” de Saab.

Segundo o Ministério Público colombiano, esses ativos têm um valor de 35.000 milhões de pesos (cerca de 9,7 milhões de dólares) e estão localizados em Barranquilla.

O governo de Cabo Verde autorizou a extradição para os Estados Unidos do empresário colombiano Álex Saab, acusado de ser testa de ferro do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, embora a decisão final seja tomada por um tribunal caboverdiano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Governo vê inverno como ponto de não retorno no turismo

Cabo Verde: Governo vê inverno como ponto de não retorno no turismo

O ministro do Turismo de Cabo Verde, Carlos Santos, admitiu que com a retoma em curso da procura de turistas,…
EUA terminam segundo treino militar conjunto em Moçambique

EUA terminam segundo treino militar conjunto em Moçambique

Os Estados Unidos da América (EUA) concluíram em Moçambique o segundo treino militar conjunto face à ameaça terrorista na província…
Moçambique: Frelimo recolhe subsídios para reabilitar deslocados

Moçambique: Frelimo recolhe subsídios para reabilitar deslocados

A Frelimo, partido no poder, reuniu-se com representantes das denominações religiosas de Moçambique para colher subsídios que possam contribuir para…
Portugal conta com mais seis mortes e 1.058 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal conta com mais seis mortes e 1.058 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

O boletim epidemiológico, divulgado pela Direção Geral da Saúde esta terça feira, refere que o número de casos confirmados de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin