Capital portuguesa receberá autoridades durante seminário luso-brasileiro de Radiodifusão

Lisboa vai acolher no dia 13 de fevereiro o primeiro Seminário Luso-Brasileiro de Radiodifusão, que reunirá empresários de rádio e TV, autoridades políticas e renomeadas personalidades da radiodifusão brasileira e portuguesa. O evento é promovido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e pela Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (FUNCEX).

A data para a realização do certame foi escolhida por celebrar o Dia Mundial do Rádio e terá lugar na Casa da América Latina, na capital portuguesa. O seminário marcará a homenagem aos 100 anos do rádio no Brasil, o bicentenário da Independência brasileira e os 60 anos da ABERT, com palestras e debates sobre temas de interesse do setor de radiodifusão dos dois países.

Para conhecer o papel da Funcex nesta iniciativa, a nossa reportagem conversou com o advogado luso-brasileiro Bruno Gutman, que é um dos diretores da entidade na Europa, que falou sobre a expetativa da realização do seminário e realçou como iniciativas deste porte podem auxiliar ainda mais na aproximação entre Brasil e Portugal, em vários níveis.

Qual o papel da Funcex no evento?

A Funcex é uma instituição brasileira que se internacionalizou e está legalmente constituída em Portugal, através da Funcex Europa. Com isso, tem alcance e atuação concreta em ambos os países e serve de elo permanente entre o Brasil e Portugal, o que facilita a organização e reunião de instituições e empresas em torno de um mesmo objetivo, potencializando as relações luso-brasileiras. Neste sentido, a Funcex esteve à frente dos procedimentos e detalhes para concretizar a realização do evento, o que foi executado de uma maneira brilhante por Higor Esteves, um dos nossos diretores na Europa.

Qual a expetativa da Funcex em relação ao evento?

Esperamos aprofundar as relações luso-brasileiras, seja entre empresas, instituições e entidades governamentais, não apenas para um evento pontual, mas para o diálogo diário e permanente entre todos esses agentes, através do suporte da Funcex e da Funcex Europa, já que temos escritórios, funcionários e diretores em ambos os países. Vivemos atualmente uma transformação significativa na comunicação global e poder realizar um evento que tenha como tema a radiodifusão e a situação atual entre os dois países, é uma importante contribuição ao setor, bem como para os profissionais da área.

De que forma a Funcex avalia que este tipo de iniciativa ajuda na promoção da conexão entre Brasil e Portugal?

Quando realizamos um evento luso-brasileiro, com a participação de entidades e fortes instituições de ambos os países, inclusive com participação governamental, potencializamos a troca de ideias e promovemos o contacto entre profissionais, o que certamente cria um ambiente de fomento às relações bilaterais entre Brasil e Portugal. Apesar da histórica ligação entre Brasil e Portugal, parece-nos que os países estão a redescobrir as suas relações e elos, nomeadamente os culturais. Não podemos esquecer que Brasil e Portugal, até 200 anos atrás, eram uma mesma nação, o que pode ser uma mais valia para o Brasil, na sua posição perante a União Europeia, assim como para Portugal em relação ao Mercosul.

A programação completa pode ser consultada em Programação (abert.org.br).

Ígor Lopes

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: João Lourenço diz que SADC é “um bom exemplo” dos processos eleitorais livres e transparentes

Angola: João Lourenço diz que SADC é “um bom exemplo” dos processos eleitorais livres e transparentes

João Lourenço, que é Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês), defendeu…
Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

No Brasil o portal de notícias “globo.com” refere que “Tragédia no RS é usada para golpes de anúncios falsos e…
Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Sayyed Hassan Nasrallah, o Secretário-Geral do Hezbollah, deu um discurso aos seus apoiantes, na passada sexta-feira, com críticas e ameaças…
Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Um grupo de cientistas do British Antarctic Survey descobriu que os níveis recorde de gelo marinho, na Antártida, em 2023,…