São Tomé e Príncipe: Desmarcada greve na Saúde

Foi desmarcada a greve dos profissionais da Saúde que estava prevista para hoje, dia 22 de novembro.

O acordo para a suspensão da paralisação dos profissionais da Saúde, foi conseguido ao abrigo de um memorando de entendimento entre os Sindicatos dos profissionais São-Tomenses de Saúde e o Governo liderado pelo Primeiro-Ministro Jorge Bom Jesus assinado na passada sexta-feira.

A confirmação foi feita pela representante dos Sindicatos Benvinda Vera Cruz, que afirmou que “a decisão da suspensão da greve deve-se ao compromisso assumido pelo governo no memorando de resolver as reivindicações da classe, num pacto a ser fiscalizado por uma comissão de avaliação conforme acordado entre as partes”.

Os profissionais da saúde de São Tomé e Príncipe reivindicam condições de trabalho, designadamente, infraestruturas sanitárias, segurança e medicamentos, Benvinda Vera Cruz citou outras reivindicações, nomeadamente, a questão do reajuste salarial, estatuto carreira e integração dos profissionais da classe.

Benvinda Vera Cruz disse, ainda que, “o governo está disponível junto dos sindicatos de resolver os problemas e vai haver uma comissão de avaliação dos compromissos assumidos por governo”.

O documento foi assinado pelo ministro das Finanças, Engrácio da Graça, Ministro da Saúde, Edgar Neves e o Ministro do Trabalho, Adlander Matos, e os líderes de diferentes sindicados da classe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin