FMI aumenta capital dos PALOP para 16,5 mil milhões de euros

Os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) vão receber quase 16,5 mil milhões de euros do “aumento de capital” do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O país que irá receber mais dinheiro será Angola. Seguem-se Moçambique, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.

A quantia a mais trata-se de dinheiro decorrente da nova alocação de Direitos Especiais de Saque (DES) do FMI, concretizada nesta segunda-feira, 23 de agosto. O documento aprovado pelo conselho de administração do FMI vai então começar nesta segunda-feira a reforçar as reservas cambiais de todos os membros do Fundo.

Ao todo, a soma dos valores atribuíveis aos nove países lusófonos, incluindo Portugal, alcança os 16.492,5 mil milhões de euros. Este montante  representa 13.623 milhões de unidades de DES.

No total, os PALOP receberão um reforço de 1.372,2 milhões de euros, correspondentes a 1.134 milhões de unidades de DES. Já Timor-Leste receberá 29 milhões de euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin