FMI poderá aumentar financiamento em 45% para os PALOP

O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou que vai aumentar em 45% o limite de financiamento aos países de baixo rendimento, entre os quais alguns em África e também Timor-Leste.

Segundo a organização internacional, o ponto central das reformas políticas aprovadas pelo Conselho de Administração do FMI é “um aumento de 45% nos limites normais de acesso a financiamento concessional, juntamente com a eliminação dos limites absolutos de acesso pelos países mais pobres”.

O comunicado divulgado indica que entre os 69 países de baixo rendimento estão Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e ainda Timor-Leste. Recorde-se que estes países pertencem aos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), à exceção do último, mas que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

As reformas anunciadas visam “garantir que o Fundo pode, de forma flexível, apoiar as necessidades de financiamento dos LIC [países de baixo rendimento] durante a pandemia e a recuperação, ao mesmo tempo que continua a fornecer empréstimos concessionais com taxas de juro zero”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin