CEDEAO inicia retirada militar de Bissau

O Gabinete do Representante Especial do Presidente da Comissão da Comunidade de Estados de África Ocidental (CEDEAO) na Guiné-Bissau, anunciou esta quarta-feira, 17 de fevereiro, a retirada dos materiais da Força de Alerta da Organização Regional ECOMIB em missão no país.

Segundo o comunicado da organização sub-regional, a retirada está a ser efetuada por via marítima devido a impossibilidade técnica de o fazer por via aérea.

Para este efeito, de acordo com nota da CEDEAO enviada à imprensa, os materiais bélicos já se encontram desde início desta semana no porto de Bissau a aguardar o processo de embarque.

A missão da CEDEAO na Guiné-Bissau (ECOMIB) termina o seu mandato em junho de 2016. Os efetivos da Nigéria, que representam a maioria do contingente da ECOMIB, permaneceram no terreno mais de vinte meses, para além do prazo inicialmente previsto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin