Conselho de Segurança da ONU prorroga mandato da UNIOGBIS até 2018

O Conselho de Segurança das Nações Unidas prorrogou esta quinta-feira, 23 de fevereiro, o mandato do Escritório Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau – UNIOGBIS – e instou as partes a respeitarem e cumprirem rigorosamente o Acordo de Conacri e o roteiro da CEDEAO.

Em mensagem transmitida pela UNIOGBIS, foi sublinhada também a necessidade de um diálogo inclusivo para consolidar a paz e a estabilidade e exorta as autoridades nacionais a acelerar a revisão da Constituição da Guiné-Bissau.

Para o Conselho de Segurança da ONU, o Acordo de Conacri é o quadro principal para uma resolução pacífica da crise política, uma vez que “oferece oportunidade histórica às autoridades nacionais, aos líderes políticos, bem como à sociedade civil, para assegurar em conjunto a estabilidade política e construir uma paz sustentável”.

No âmbito do novo mandato, que terá início no dia 1 de março de 2017 e irá até 28 de fevereiro de 2018, o Conselho de Segurança manifestou o seu firme apoio ao papel fundamental desempenhado pelo Representante Especial do Secretário-Geral da ONU para a Guiné-Bissau, que terá como prioridades “apoiar um diálogo político inclusivo e um processo de reconciliação nacional” (…); “Apoiar, nomeadamente através da assistência técnica, as autoridades nacionais a agilizar e finalizar a revisão da Constituição da Guiné-Bissau” assim como “Dar aconselhamento e apoio estratégico e técnico às autoridades nacionais (…) na implementação de estratégias de reforma do setor da segurança nacional e do Estado de direito, bem como no desenvolvimento de sistemas de justiça civis e militares, que sejam compatíveis com as normas internacionais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin