Guiné-Bissau

Crise Guiné-Bissau: Membros do Governo de Faustino Imbali têm 48 horas para apresentarem demissão, exige CEDEAO

Blaise Diplo

O representante da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental (CEDEAO) em Bissau, Blaise Diplo, em conferência de imprensa esta quarta-feira disse que a organização sub-regional “lança pela última vez um apelo solene a todos que abusivamente integraram o Governo ilegal de Fautino Imbali” e que a CEDEAO os incita a demitirem-se e “distanciarem-se de todas as iniciativas que pretendam comprometer as próximas eleições presidenciais e lesem as instituições legais da Guiné-Bissau”.

Em nome da CEDEAO, Blaise Diplo sublinhou que os visados têm “48 horas para manifestar à representação especial da CEDEAO na Guiné-Bissau a sua decisão de demissão”. Após este prazo “podem ser sujeitos a pesadas sanções que serão adoptadas na Cimeira extraordinária da CEDEAO” prevista para 8 de Novembro em Niamey no Níger, disse Blaise Diplo.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo