Guiné-Bissau

Governo confisca madeiras aprendidas que não foram reclamadas

O Governo da Guiné-Bissau decidiu confiscar todas as madeiras aprendidas no país que não foram alvos de reclamações e após ter terminado o prazo estabelecido para este efeito.

Em comunicado de Conselho de Ministros desta semana, o executivo informou ainda que o período para estas relações tinha sido igualmente prorrogado a favor dos interessados, ou seja as empresas envolvidas nas cortes das madeiras em todo o território nacional.

“Depois de um profundo e alargado debate sobre a complexa ramificação de processo de exploração de madeiras, o Conselho de Ministros decidiu ordenar o confisco de toda a madeira aprendida no país’, lê-se no documento.

A plenária governamental justificou ainda esta medida com base no trabalho feito pelo Comité Técnico e o Gabinete Jurídico de Contencioso criado para este efeito.

Sumba Nansil

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo