Economia | Guiné-Bissau

Guiné-Bissau acolhe reunião dos ministros das Pescas dos Estados membros da UEMOA

A Guiné-Bissau vai acolher, a 30 de setembro, a reunião dos ministros das Pescas dos Estados membros da União Económica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA). No encontro, os ministros das Pescas vão analisar os resultados obtidos no quadro do programa regional de desenvolvimento do setor da pesca e da aquicultura da organização.

Esta terça-feira, 27 de setembro, na cerimónia de abertura do encontro dos peritos da UEMOA, que antecede a reunião dos ministros na próxima sexta-feira, o ministro das Pescas da Guiné-Bissau, Fernando Correia Landim, destacou que o país produz anualmente entre 100 a 150 mil toneladas de produtos haliêuticos.

Fernando Correia Landim revelou ainda que os recursos haliêuticos estão sob pressão sem precedentes devido à fraqueza dos sistemas de controlo da capacidade de pescas. Por esse motivo, o titular da pasta das pescas defende a coordenação e a harmonização das políticas no domínio das pescas entre os estados membros da UOMA.

“Na África ocidental, a pesca artesanal e industrial contribuem significativamente para a segurança alimentar e é a renda de muitas pessoas que vivem ao longo das costas e vias navegáveis” afirmou o ministro.

A Diretora dos Recursos Animais e Haliêuticos da UEMOA, Luísa Fernandes, realçou que a pesca ilegal continua a merecer a preocupação da sua organização. Neste sentido, Luísa Fernandes admite a possibilidade de a UEMOA vir a implementar um sistema de fiscalização conjunta entre os países que partilham a mesma fronteira marítima.

“A UEMOA adotou uma diretiva para harmonizar o processo de fiscalização das águas territoriais dos seus estados membros” disse, e anunciou que a UEMOA está a estudar a possibilidade de equipar os países membros da organização de sistemas de satélites para poderem detetar os “navios piratas”.

Tiago Seide

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo