SONY DSC

Guiné-Bissau: Assessor de Botche Candé qualifica jornalistas de “bêbados e delinquentes”

O gabinete de Assessoria do ministro do Interior da Guiné-Bissau, Botche Candé, acusou o sindicato dos jornalistas de uma postura tendenciosa na abordagem dos assuntos relacionados com o comportamento negativo dos seus associados.

Em conferência de imprensa promovida pelo Ministério do Interior, para reagir às denúncias anónimas de presumíveis actos de assédio sexual a novos recrutas, por parte das suas chefias, uma matéria que ocupou os espaços da comunicação social guineense, Maquilo Baio, assessor do ministro, qualificou os jornalistas de “bêbados e delinquentes”, e alguns comentadores de “perturbados mentais”.

O mesmo assessor acusou o sindicato de ser cúmplice, por não prestar a devida atenção ao respeito às regras deontológicas dos seus associados, e estar sempre disponível para os defender em caso de reacção do suposto lesado.

“É preciso que aprendam que, a defesa não se faz apenas na recta final, quando o associado sofre com a reacção da vítima. É preciso que em todas as etapas do conflito que o sindicato deixe de forma inequívoca a sua posição. Mas não é assim que se comportam no sindicato dos jornalistas na Guiné-Bissau. São tendenciosos e só defendem os seus associados”, acusou Maquilo Baio.

Para os jornalistas guineenses as declarações do responsável da comunicação de Botche Candé foi um ataque violento e intimidatório contra a imprensa, visando especialmente os programas matinais das rádios Capital FM e Bombolom FM.

Aliu Maquilo Baio, que se assume como homem de confiança de Botche Candé, disse que muitos jornalistas actuam à margem das regras deontológicas, porque fazem tudo para agradar alguns políticos. Tendo destacado que o dono da Rádio Bombolom FM, Agnelo Regalla “é o menino de recados do presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira”.

Maquilo Baio disse também que não tinha dúvidas de que todo o trabalho que se faz nas duas estações de rádio, Capital FM e Bombolom FM, tem como objectivo agradara Domingos Simões Pereira.

“Na Rádio Bombolom o apresentador do programa matinal dá-se ao luxo de levar para efeitos de comentários um louco. Marcelino Intupé é um perturbado mental. Uma pessoa que agrediu a mãe; que desmentiu um pastor na igreja e agrediu o professor na escola. Uma pessoa de mente entupida que insistentemente chama o ministro Botche Candé de analfabeto. Doravante todos estes delírios acabaram. Sempre que atacarem ao ministro, nós vamos atacar”, garantiu Aliu Maquilo do gabinete de Botche Candé. “O jornalista que o convida é um cúmplice, porque combinam o que devem falar”, acrescentou.

Sobre o assédio aos novos recrutas, Walter Sucuma Morais também do gabinete de Botche Candé , disse que o autor das acusações terá de “provar as suas afirmações na justiça”.

Num tom mais ameaçador, o assessor de imprensa, Aliu Maquilo disse que “os jornalistas devem saber que, se têm microfones, os outros também dispõem dos seus instrumentos”.

One Comment

  1. Robinson

    Temos de ser verdadeiros as vezes, é na verdade q ele é um analfabeto…
    É melhor deixarmos de estudar pq só na Guiné Bissau q tudo é possível

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

Ucrânia e Rússia adiam negociações para esta quinta-feira

As negociações entre a Ucrânia e a Rússia foram adiadas para esta quinta-feira, 03 de março.  A delegação ucraniana está…
Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

Portugal agradece à Roménia apoio no repatriamento de portugueses e ucranianos

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou publicamente ao Presidente da Roménia, Klaus Iohannis, a sua gratidão pelo apoio prestado na…
Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

Guiné-Bissau: PGR quer vigilância acrescida a pessoas com enriquecimento anormal

O Procurador-geral da República (PGR) pediu aos magistrados para estarem atentos às pessoas que procuram vias fáceis para enriquecer, às…
Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

Moçambique: Oposição critica "silêncio" do Governo sobre invasão à Ucrânia

A Renamo e o MDM, partidos moçambicanos da oposição, condenam a invasão da Rússia à Ucrânia. Ambos criticam o “silêncio”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin