Guiné-Bissau: Assinado em Bissau acordo entre a facção sul do MFDC e Dakar

Foi assinado em Bissau, esta quinta-feira 04 de Agosto, um acordo de “deposição de armas” entre facção Sul do Movimento da Forças Democráticas da Casamansa (MFDC), liderado por César Atoute Badiate, e as autoridades senegalesas.

César Atoute Badiate representa a designada ala sul do MFDC que opera ao longo da fronteira entre a Casamansa e a Guiné-Bissau. Fragilizado por motivos de saúde e fazendo face a divisões interna na sua facção, César Atoute Badiate desde de há um ano, quando perdeu vários bastiões numa larga ofensiva das forças armadas senegalesas, que dava sinais de abertura para negociações.

O acordo de “deposição de armas” assinado em Bissau, não contou com a adesão da ala Norte do MFDC liderada por Salif Sadio, rival da ala sul de César Atoute Badiate.

Da parte dos independentistas da Casamansa, o acordo foi assinado por César Atout Badiate, e da parte senegalesa por Papa Farba Sarr, coordenador de comissão Ad-Hoc criada por Dakar para as conversações com os independentistas.

O acordo assinado em Bissau já foi criticado por elementos do MFDC em Ziguinchor na Casamansa que destacam a não adesão de Salif Sadio e referem que a delegação da ala do MFDC de César Atoute Badiate contou com a presença de antigos combatentes que abandonaram a luta há cinco anos, tais como Pape Sadio e Compasse Diatta.

Este acordo visará apertar o cerco militar à ala norte do MFDC de Salif Sadio, com uma coordenação de forças senegalesas, gambianas, Bissau-guineenses e da ala sul do MFDC de César Atout Badiate. Salif Sadio permanece determinado em prosseguir com a iniciativa mediada pela Comunidade de Sant’Egidio.

Foto: © Presidência da República / GB

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: Orlando Dias apresenta Nova Carta Política para unir o MpD e a Nação

Cabo Verde: Orlando Dias apresenta Nova Carta Política para unir o MpD e a Nação

O candidato à presidência do MpD, Orlando Dias, iniciou 2023 com a apresentação de uma Nova Carta Política para unir…
Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

O novo secretário provincial da UNITA na Lunda Norte, Francisco Cacoma, prometeu na terça-feira, 03 de janeiro, que vai adotar…
Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

O Presidente do Município da Cidade de Quelimane, na Província da Zambézia, Manuel de Araújo, prometeu, na tarde de 4…
Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) não-petrolífero de Timor-Leste cresceu 3,9% em 2022, de acordo com os dados provisórios do Ministério das Finanças. …