Guiné-Bissau: Autoridades conhecem tratamento desumano contra crianças talibés

A Rede Nacional dos Jovens, Adolescentes e Crianças da Guiné-Bissau admitiu esta terça-feira  13 de Setembro desencadear acções cívicas contra as crescentes violações de direitos das crianças no país. 

Em entrevista a e-Global, o Coordenador da organização, Rosário Cabi, que reagia ao resgate,  pela Guarda Nacional, de 25 crianças Talibés que estavam cativas por um mestre de Alcorão em Buba, no sul da Guiné-Bissau, disse que todas as violações que têm ocorrido com as crianças talibés são do conhecimento das autoridades nacionais.

“É  urgente  que as autoridades máximas do país  tomem medidas para pôr termo às constantes violações dos direitos das crianças. Todas essas violações são do conhecimento das autoridades”, acusou o coordenador da Rede Nacional dos Jovens, Adolescentes e Crianças da Guiné-Bissau.

Rosário Cabi  sublinhou ainda que “o fenómeno criança Talibé é frequente no país, e nas regiões leste e sul em que, por exemplo, para além  serem postos em cativeiros, estas crianças não chegam a aprender o Alcorão por falta  de tempo. Perante a inércia das autoridades, cabe-nos [organizações da sociedade civil] desencadear acções cívicas contra tratamento desumano sobre as crianças no país”, disse o activista.

Na sexta-feira o  Comando Territorial Nº 4 da Guarda Nacional de Sul, em Buba, sul da Guiné-Bissau, desmantelou um local onde viviam 25 crianças, oriundas da região vizinha de Tombali e que, segundo autoridades locais, estavam em cativeiro.  

Duas destas crianças foram encontradas em estado de saúde crítica e consequentemente foram hospitalizadas por alguns dias.

O Governador da região de Quinara, Mamadu Sanhá, prometeu tudo fazer para impedir as práticas de crianças talibés naquela zona do país.

Mamandin Indjai

(imagem arquivo)

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…