Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Braima Camará também pondera avançar com candidatura às Presidenciais

Braima Camará

Braima Camará, o mentor político do MADEM G-15 e responsável principal pelo resultado do líder da oposição nas últimas legislativas, está a ser pressionado para avançar para as eleições presidenciais de novembro próximo como candidato oficial do partido.

Fontes do gabinete de Braima Camará confirmaram a existência de múltiplos contactos quer ao nível da direção do partido, quer ao nível das estruturas do MADEM no interior do país, para que o coordenador nacional “assuma a sua responsabilidade política” e se apresente nas urnas.

Até ao momento, Braima Camará remeteu-se ao silêncio, numa decisão que tem por objetivo aguardar o posicionamento de outros candidatos às mesmas eleições, nomeadamente do ex-Primeiro Ministro Carlos Gomes Júnior e do atual Presidente da República José Mário Vaz, antes da tomada de decisão final.

José Mário Vaz, o atual Presidente da República está também a ponderar se avança ou não para a recandidatura, uma vez que segundo fontes da presidência consideraria a não reeleição como uma “humilhação política” a que não se pretende submeter.

Braima Camará foi o responsável pelo patrocínio do regresso de Carlos Gomes Júnior depois do Golpe de Estado de que foi alvo em 2012, com o propósito de o fazer ingressar no MADEM. No entanto, gorada essa expectativa, Braima poderá mesmo apresentar-se em nome próprio às presidenciais para fazer vingar na Guiné-Bissau o seu projeto político.

Posta de parte parece estar para já a possibilidade de Umaro Cissoko ser o candidato oficial do MADEM, contrariamente ao que tem sido veiculado nas redes sociais, devido às cada vez maiores discordâncias quanto às linhas orientadoras da ação do partido.

 

Rodrigo Nunes, em Bissau

© e-Global Notícias em Português
1 Comentário

1 Comentário

  1. Fabio Madi

    12/07/2019 at 10:45

    Quem escreveu essa notícia no momento devia andar com a cabeça na lua para escrever tantas contradições num único assunto.
    Tenho lido notícias desse jornal, mas esse aqui está uma vergonha jornalística.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo