Guiné-Bissau: Cancelado julgamento dos militares acusados de tentativa de Golpe de Estado

Foi cancelado o julgamento dos militares acusados de tentativa de Golpe de Estado de 1 de Fevereiro. “Foi o tribunal que nos comunicou sobre o cancelamento do julgamento”, precisou um dos advogados dos 25 militares, e alguns civis, suspeitos de envolvimento no ataque ao Palácio do Governo em Fevereiro quando decorria o Conselho de Ministros na presença do Presidente da República.

No despacho judicial, a que tivemos acesso, datado de 2 de Dezembro, o Juiz João Gomes Cá justificou o cancelamento com a “execução das obras que interditam o trânsito de todas as avenidas circundantes do tribunal”. Uma fonte próxima ao processo indicou que o caso poderá transitar para o Tribunal Militar, “devido à sua complexidade”.

A 29 de Novembro, os advogados de defesa interpuseram um requerimento junto ao Juiz da Vara Crime do Tribunal Regional de Bissau em que “ordenam a soltura de todos presos, com efeitos imediatos antes do julgamento”, que estava previsto para iniciar esta terça-feira 6 de Dezembro.

No documento lê-se “que sejam cumpridos na íntegra os anteriores despachos (tanto do Ministério Público, assim como do JIC) que ordenaram a soltura e consequente alteração de medidas de coação”, alegando que está “ultrapassado o prazo da prisão preventiva previsto na lei”, bem como há detidos, cujos processos não foram acusados.

Um dos advogados do caso é Marcelino Ntupe, cuja residência foi atacada ontem durante noite por um grupo de homens armados. Uma acção que aconteceu após isto ter acusado um segurança pessoal do Presidente da República, de o ter espancado a 29 de Novembro na sua residência na presença da sua família.

(imagem arquivo)

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

O líder da UCID, João Santos Luís, comentou nesta terça-feira, 03 de janeiro, a mensagem de Ano Novo do Presidente…
Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

No dia em que assumiu a presidência do Brasil pela terceira vez, Luiz Inácio Lula da Silva assinou vários decretos…
Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Arrancou ontem, 03 de janeiro, em Moçambique, o processo de Recenseamento Militar edição 2023, sob o lema: “Recenseamento Militar: Promovendo…
Angola: PR aprova dívida adicional até entrada em vigor do OGE 2023

Angola: PR aprova dívida adicional até entrada em vigor do OGE 2023

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, aprovou uma dívida adicional de 2,6 biliões de kwanzas (4,8 mil milhões…