Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: CCIAS instaura processo disciplinar contra quem autorizou passaporte a colombiana

A Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços (CCIAS), deu conhecer a sua decisão através de uma nota a imprensa, em que informam que José António Tavares será temporariamente suspenso e instaurado a um processo disciplinar por ter emitido assinatura num documento, em nome do Braima Camará, na ausência do mesmo e sem conhecimento do substituto do presidente da Câmara.

O conselho Administrativo condenou, na sua nota, o aproveitamento político contra o nome do Braima Camará, líder do partido MADEM-G15, e promete criar uma comissão de inquérito para averiguar a verdade dos factos sobre o que veicula nos órgãos de comunicação social, nacional e internacional.

Laurena Carvalho Hamelberg

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo