Guiné-Bissau: Cerca de 2 mil milhões transações monetárias efetuadas no primeiro semestre por telefone

A Presidente do Comité Nacional de Seguimento e Implementação da Estratégia Nacional de Inclusão Financeira revelou esta quinta-feira 29 de Novembro que durante o primeiro semestre do ano corrente cerca de 2 mil milhões de transações monetárias foram feitas por via telefónica no país.

O anuncio de Mussuba Canté aconteceu durante a conferência de imprensa, no âmbito da denomina “semana da inclusão financeira”, que decorre desde 26 de novembro a 1 de dezembro. Uma iniciativa da Direção Nacional do Banco Central dos Estados da África Ocidental BECEAO).

Para Comité Nacional de Seguimento e Implementação da Estratégia Nacional de Inclusão Financeira, as operações efetuadas, no ponto de vista económico, são satisfatórias para os índices do método adotado no sistema.

Mesmo assim, os indicadores de pobreza monetária na Guiné-Bissau estão entre os níveis mais baixos dos países da África subsaariana.

Para corrigir a situação, Mussuba Canté defende a implementação de políticas orientadas para a população rural. “Mais de 70% da nossa população é pobre, pelo que a redução da pobreza passava pela promoção de políticas públicas e regionais, que promovem um crescimento económico e inclusivo bem como maior igualdade na repartição das riquezas criadas”, disse.

A “semana da inclusão financeira” termina com uma sessão de sensibilização de jovens sobre inclusão financeira e a Feira de inclusão financeira.

Sumba Nansil

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

Guiné-Bissau: Governo extingue feriados nacionais e é acusado de violar a lei e a história

O Governo guineense através do Decreto nº 1/2023 de 19 de Janeiro determinou que 23 de Janeiro, outrora dia dos…
Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

Moçambique: MONARUMO defende isenção do IVA para água e energia

O Movimento Nacional para Recuperação da Unidade Moçambicana (MONARUMO) comentou a recente diminuição do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA),…
Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

Angola garante usar 77% de energia renovável até 2027

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, assumiu o compromisso de o país usar 77% de energia renovável até 2027. …
Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

Cabo Verde: Turismo e privatizações financiam fundo contra pobreza extrema

O turismo e privatizações em Cabo Verde decidiram financiar o fundo MAIS, definido pelo Governo e criado com o objetivo…