Guiné-Bissau: Cipriano Cassamá diz que cenário eleitoral e pós-eleitoral poderá ser pouco animador

O Presidente da Assembleia Nacional Popular, Cipriano Cassamá, admitiu, esta quarta-feira, 30 de Janeiro, que o caminho a percorrer até as eleições legislativas na Guiné-Bissau comporta “riscos e têm armadilhas derivadas de vontades inconfessos”.

Por esse motivo, durante o ato de encerramento do II° Fórum das Mulheres e Raparigas para a Paz, Cipriano Cassamá disse que conta com a contribuição das mulheres guineenses na “prevenção e remoção de obstáculos” no processo democrático que se aproxima no país.

Para Cipriano Cassamá, os factos registados desde o início do processo do recenseamento eleitoral desenham um cenário eleitoral e pós-eleitoral pouco animador.

Segundo o Presidente da ANP a Guiné-Bissau não pode “compadecer com perturbações endémicas” na medida em que precisa de consolidar definitivamente, apelando, por outro lado, às mulheres a manterem-se em alerta e continuarem a desenvolver, com carácter de permanência, a sua magistratura de influência no sentido a dissuadir, se possível, as potenciais tensões conducentes às crises.

Tiago Seide

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

O espetáculo “Nuvem”, de Carlos Manuel Rodrigues, vencedor da 4ª Edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais, estreia…
Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Francisco Carvalho, disse estar “expectante” com a implementação da Polícia Municipal em…
STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…