Guiné-Bissau

Guiné-Bissau entra na última semana da campanha eleitoral para a Presidência

A Guiné-Bissau entrou esta segunda-feira na última semana da campanha para as eleições presidenciais que terão lugar no próximo domingo 24 de Novembro. Ao longo desta campanha os guineenses têm assistido aos comícios e discursos, que na sua maioria estão focados no narcotráfico, corrupção e na necessidade de estabilidade governativa.

Os doze candidatos, com a excepção de Afonso Té do Partido Republicano para Independência e Desenvolvimento (PRID), praticamente ausente na campanha, direccionaram as suas intervenções na crise política que afectou o país nos últimos cinco anos, com oito primeiros-ministros.

As recentes apreensões de droga, bem como os últimos desenvolvimentos políticos marcados pelos Decretos do Presidente cessante, igualmente candidato presidencial, José Mário Vaz, e a consequente reacção enérgica da Comunidade Internacional, sobretudo da Comunidade Económica de Desenvolvimento dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), constam da agenda de alguns candidatos ao escrutínio deste domingo. Enquanto uns insurgem contra a pronta atitude da CEDEAO, qualificando-a de “violação da soberania nacional” e “ingerência”, outros sustentam que a Guiné-Bissau “não é um país só, pois faz parte de organizações comunitárias e internacionais, daí não se pode falar da sua soberania absoluta”.

Entretanto, nos bastidores, todas as conversas estão centradas sobre se haverá ou não a possibilidade de uma segunda volta, tendo em conta as dinâmicas e as diferenças que se têm notado no terreno entre os principais candidatos. Sendo que os destaques vão para Domingos Simões Pereira, Umaro El Mocktar Sissoko Embaló, Nuno Gomes Na Bian, José Mário Vaz, Carlos Gomes Junior e Baciro Djá. Considera-se que uma destas figuras poder assumir a Presidência da República da Guiné-Bissau nos próximos cinco anos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo