Guiné-Bissau: Estado de calamidade termina esta sexta-feira

O controverso Estado de calamidade, decretado pelo Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, devido ao crescente número de casos de Covid-19 registados em Bissau, termina esta sexta-feira 10 de Setembro.

A decisão contestada pelos guineenses, devido às fortes medidas restritivas, nomeadamente com o encerramento dos mercados e postos de venda aos fins-de-semana bem como a proibição de circulação de pessoas e bens entre as regiões, teve que ser rectificada no início desta semana.

O Alto Comissariado de Luta Contra Covid-19, entidade proponente da decisão presidencial foi sujeito a severas críticas. Mas, mesmo assim, a responsável máxima do órgão argumenta que “vale mais tomar medidas duras, ao invés de admitir mais mortes por Coronavírus”.  

Desde o início da epidemia foram registados 5.958 casos acumulados, e 124 óbitos em todo o país. A média mais elevada de casos de contaminação foi registado a 7 de Maio 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Os preços da energia em todo o mundo atingiram níveis recordes com uma crise de energia que atinge a Europa…
Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

O candidato presidencial José Maria Neves voltou a afirmar que o rival Carlos Veiga tem ligação a “movimentos extremistas”. Como tal, considera…
Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Um estudo piloto realizado por uma equipa da Universidade de Coimbra (UC), indica que o programa de intervenção psicológica vulgarmente…
Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Uma grande percentagem dos alunos que frequentam os cursos de jornalismo e comunicação em Portugal não acredita na possibilidade de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin