Guiné-Bissau: PAIGC vence legislativas com sabor amargo

O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) venceu as eleições legislativas na Guiné-Bissau com 46,1% garantindo 47 lugares na Assembleia Nacional. O partido recém-criado dissidente do PAIGC, Movimento da Alternância Democrática (MADEM-G15) conseguiu recolher 26,5% e 27 deputados eleitos, e o Partido da Renovação Social (PRS) obtém 20,6% totalizando 21 deputados.

Domingos Simões Pereira, líder do PAIGC, pressentindo que o seu partido não conseguiria obter a maioria decidiu antecipar e estabeleceu esta terça-feira, 12 de Março, um acordo com o APU-PDGB, partido que obteve 5 deputados. Com este acordo o PAIGC consegue concentrar 52 deputados, mais dois deputados dos partidos tradicionalmente parceiros, o PND e UM, numa assembleia composta por 102 lugares.

Após o acordo firmado pelo PAIGC e APU-PDGB, o MADEM-G15 anunciou também que no mesmo dia assinara um acordo com o PRS.

Em 2014 o PAIGC vencera as eleições elegendo 57 deputados e recolhendo 55,88%, e o PRS elegera 41 deputados com 40,20% do sufrágio. Quatro anos depois de crise politica, o PAIGC perdeu 10 deputados e o PRS perdeu quase metade da sua representação na Assembleia passando de 41 deputados em 2014, para 21 em 2019.

As duas estreias partidárias, MADEM-G15 e APU-PDGB, conseguem entrar em força na paisagem política guineense, sendo agora o MADEM-G15 a segunda maior força partidária na Guiné-Bissau e a APU-PDGB o partido, com 5 deputados, incontornável para garantir a estabilidade de qualquer governo.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 20 de janeiro de 2023

Revista de Imprensa Lusófona de 20 de janeiro de 2023

Em Cabo Verde o “Expresso das Ilhas” refere que “Cabo Verde e Portugal assinam acordo para conversão de dívida em…
Brasil: Minas Gerais apresenta novos comandantes das Forças Militares de Segurança

Brasil: Minas Gerais apresenta novos comandantes das Forças Militares de Segurança

O Governo do Estado de Minas Gerais, no Brasil, apresentou os nomes dos novos comandantes das Forças Militares de Segurança…
Brasil decide deixar o “Consenso de Genebra” e aliar-se ao “Compromisso de Santiago”

Brasil decide deixar o “Consenso de Genebra” e aliar-se ao “Compromisso de Santiago”

O Governo brasileiro decidiu atualizar o posicionamento do país em fóruns e mecanismos internacionais que tratam da pauta das mulheres,…
Rússia e China realizam exercícios navais conjuntos em fevereiro

Rússia e China realizam exercícios navais conjuntos em fevereiro

A Rússia e a China vão realizar exercícios navais conjuntos na costa índica da África do Sul.  A informação foi avançada por…