Guiné-Bissau: PGR quer inquérito sobre “envenenamento” do Primeiro-ministro

O Procurador-geral da República (PGR), Fernando Gomes, instruiu a Vara Crime do Tribunal Regional de Bissau para a abertura de um processo-crime, com vista “à descoberta da verdade” sobre o presumível acto de “envenenamento” do Primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabian.

A 5 de Junho, o jurista e analista político, Marcelino Intupé, afirmara na antena da Radio Capital FM que o Chefe do Governo teria sido envenenado, através do sistema de ar condicionado do seu gabinete.

“Nuno Nabian está doente não só por envenenamento, mas também por ser vítima de misticismo”, avançou o mesmo analista guineense, que disse estar disponível para atender qualquer convocatória do Ministério Público.   

Para a Procuradoria-geral da República as acusações são graves, “passíveis e puníveis nos termos do Artº. 121 do Código Penal”, nesse quadro emitiu um despacho, a 11 de Junho, para ouvir o analista político, Marcelino Intupé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Guiné-Bissau assume a presidência rotativa da Assembleia Parlamentar da CPLP

Guiné-Bissau assume a presidência rotativa da Assembleia Parlamentar da CPLP

A capital guineense acolheu de 7 a 8 de Julho a 10ª Assembleia Parlamentar dos Países da Língua Oficial Portuguesa…
Moçambique: Frelimo preocupada com acidentes de viação

Moçambique: Frelimo preocupada com acidentes de viação

O secretário-geral da Frelimo, Roque Silva, declarou que a prevenção dos acidentes de viação e o combate à Covid-19 devem ser reforçados. Isto porque, segundo o…
Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

O boletim epidemiológico, divulgado pela Direção Geral da Saúde esta sexta feira, refere que o número de casos confirmados de…
Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

O chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, considerou “inaceitável” que houvesse rumores de guineenses barrados à entrada dos aeroportos em Cabo Verde, país onde se…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin