Guiné-Bissau: Presidente acusa a RTP África de ser uma extensão do PAIGC

O Presidente da República (PR) da Guiné-Bissau, Sissoco Embaló, acusou a imprensa pública portuguesa de ser uma extensão do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

Durante uma curta visita, no fim-de-semana de 18 de Setembro, a Caliquisse, terra natal do ex-PR, José Mário Vaz, Umaro Sissoco Embaló apontou à correspondente da RTP África na Guiné-Bissau de ser funcionária de um órgão ao serviço do PAIGC.

A reacção do Chefe de Estado foi manifestada quando a jornalista, Indira Correia Baldé, também presidente do Sindicato de Jornalistas na Guiné-Bissau perguntou ao Presidente quando iria convidar José Mário Vaz para a sua tomada de posse oficial, tendo em conta que a que aconteceu há cerca de dois anos foi apenas simbólica.

Expressando-se em crioulo, Umaro Sissoco Embaló vincou que é Presidente da República e que só “pessoas frustradas do PAIGC, como a RTP África”, extensão daquele partido é que insistem a considerar que não é presidente. “Mas o problema é vosso. Digam o que quiserem, eu sou Presidente da República. Se um dia eu me sujeitar a uma nova investidura, que Deus me faça perder a perna”, disse.

Com a observação da jornalista que lembrou que a sua função é fazer as questões, o PR reagiu adoptando termos de senso comum entre guineenses em como “só lunpens e djunés”, que significa “só ignorantes e palhaços” continuam a pensar que a realidade que se vive na Guiné-Bissau é mutável.

“A RTP África é do PAIGC. Mas para a vossa informação, saibam quer sou deputado da Nação e fui investido como PR, no mesmo espaço que me investiram como deputado da Nação. O Presidente Koumba Yalá foi investido num, Estádio de futebol. O Presidente Nino Vieira foi investido num Estádio. Onde é que saíram com essa insistência sobre a minha investidura”, questionou.

A deslocação a Calequisse terá surgido de forma improvisada e teria como objectivo despedir-se de José Mário Vaz no comento da sua deslocação para participar na Cimeira das Nações Unidas. Sissoco Embaló disse que foi pedir conselhos ao ex-Chefe de Estado e aproveitou também para lhe transmitir os cumprimentos manifestados pelos Chefes de Estado da CEDEAO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Os preços da energia em todo o mundo atingiram níveis recordes com uma crise de energia que atinge a Europa…
Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

O candidato presidencial José Maria Neves voltou a afirmar que o rival Carlos Veiga tem ligação a “movimentos extremistas”. Como tal, considera…
Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Um estudo piloto realizado por uma equipa da Universidade de Coimbra (UC), indica que o programa de intervenção psicológica vulgarmente…
Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Uma grande percentagem dos alunos que frequentam os cursos de jornalismo e comunicação em Portugal não acredita na possibilidade de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin