Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Presidente da República exonerou cinco Ministros

Através de um Decreto Presidencial, Umaro Sissoco Embalo, exonerou este domingo, 28 de Junho, cinco ministros após o pedido por estes formulado e aceite pelo chefe do Executivo, Nuno Gomes Nabiam.

No Decreto Presidencial, o Presidente da República, argumenta que a decisão surge após os ministros da Defesa e dos Combatentes da Liberdade da Pátria, Sandji Fati; do Interior, Botche Cande; da Economia, Plano e Integração Regional, Victor Mandinga; dos Recursos Naturais e Energia, Jorge Malu e Abel da Silva Gomes, titular da pasta da Agricultura e Desenvolvimento Rural terem pedido a exoneração “por razões pessoais”.

No mesmo documento lê-se também que o acto estará relacionado “com a necessidade de imprimir maior dinamismo no Governo, devido a pandemia ocasionado pelo vírus de Covid-19, que grassa o país desde Março de 2019”.

As funções ocupadas pelos referidos ministros, serão asseguradas pelo primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam, precisou Umaro Sissoco Embalo no seu decreto.

O pedido de exoneração pelos cinco Ministros aconteceu na véspera da sessão parlamentar, agendada para esta segunda-feira, 29 de Junho, em que espera-se a clarificação se a maioria na assembleia é ainda garantida pelo PAIGC, como vencedor das últimas eleições legislativas, ou se deslocou-se para o bloco que reúne o MADEM-G15, PRS e APU-PDGB cuja maioria dos deputados mantém-se solidária com PAIGC, na base de um acordo de incidência parlamentar.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo