Guiné-Bissau: Presidente Sissoco Embaló não permitirá desordem nem falsas crises

O Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, afirmou que não permitirá a desordem nem falsas crises no país. O chefe de Estado guineense respondeu assim às exigências apresentadas pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e o Partido da Renovação Social (PRS) que destacaram a caducidade do mandato da Comissão Nacional das Eleições (CNE).

“O problema da CNE [Comissão Nacional das Eleições] é ‘júnior’. Se existe CNE mais credível do mundo, a Guiné-Bissau faz parte”, disse Umaro Sissoco Embaló aos jornalistas no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira, no momento da sua partida para a Nigéria, onde presidiu a abertura da Conferência dos chefes de Estado e de Governos da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), na qualidade de presidente em exercício desta organização sub-regional.

Umaro Sissoco Embaló confirmou todavia que irá reunir com os partidos políticos sobre a [caducidade da] CNE, e vincou que não permitirá “desordem” e “falsas crises”.

“Vou chamar os líderes dos partidos representados na ANP e vou perguntar, [quais são] as suas inquietações. Se apresentarem, vamos criar mecanismos para que todos saibam que não há riscos. Não vou admitir desordem nem falsas crises”, advertiu.

O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e o Partido da Renovação Social (PRS) exigiram a “renovação” do mandato da Comissão Nacional das Eleições [caduca], no âmbito da recente auscultação promovida pelo próprio Presidente da República com os partidos políticos, com vista à busca de consenso sobre a remarcação da data para eleições legislativas.

Mamandin Indjai

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…
Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

O líder da UCID, João Santos Luís, comentou nesta terça-feira, 03 de janeiro, a mensagem de Ano Novo do Presidente…
Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

No dia em que assumiu a presidência do Brasil pela terceira vez, Luiz Inácio Lula da Silva assinou vários decretos…
Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Arrancou ontem, 03 de janeiro, em Moçambique, o processo de Recenseamento Militar edição 2023, sob o lema: “Recenseamento Militar: Promovendo…