Guiné-Bissau: Primeiro Conselho de Ministros no Palácio do Governo desde o ataque armado

Depois de homens armados terem atacado o Palácio do Governo a 1 de Fevereiro, o colectivo governamental voltou a reunir-se na sua sede em Bissau.

Desde a anunciada tentativa de golpe de Estado, que resultou em 11 mortos, as reuniões do Conselho de Ministros passaram a decorrer no Palácio da República, por razões de segurança.

Em declarações aos jornalistas, no termo da sessão desta quinta-feira 17 de Março, o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, garantiu haver segurança. “Da outra vez nos surpreenderam por negligência minha e, sobretudo, por ser um presidente simplista. Não é que a segurança não nos tinha avisado”, declarou o Chefe de Estado guineense.

Umaro Sissoco Embaló precisou ainda: “não acredito que haverá um novo  ensaio. Pode haver outro se calhar. Mas em relação à anterior exposição, já tomamos os dispositivos de segurança necessários. Portanto, não creio que vá repetir-se”, vincou o Presidente guineense, adiantando que, doravante, as pessoas vão passar a saber que “o presidente virá aqui, o presidente está aqui e o presidente foi-se embora”.

Questionado sobre a anunciada vinda de uma missão de estabilização militar da CEDEAO, Umaro Sissoco Embaló, assegurou que o assunto está a ser tratado ao nível da Conferência dos Chefes de Estado e do Governo da organização sub-regional. A decisão do envio de uma força para apoiar a estabilização na Guiné-Bissau foi tomada a 04 de Fevereiro durante a cimeira dos chefes de Estado e de Governo realizada em Acra, capital do Gana, onde foi analisada o fenómeno de sucessivos golpes militares na região, incluindo o ataque armado ao palácio do Governo em Bissau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Juiz volta a suspender realização do Congresso do PAIGC, partido recusa decisão

Guiné-Bissau: Juiz volta a suspender realização do Congresso do PAIGC, partido recusa decisão

Quando tudo apontava para o início da reunião magna do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC)…
Brasil: Lula e Bolsonaro articulam lançamento de candidaturas

Brasil: Lula e Bolsonaro articulam lançamento de candidaturas

Com as eleições presidenciais marcadas para outubro, a movimentação dos bastidores está intensa. O presidente Jair Bolsonaro já marcou o…
Portugal garante continuação de apoio a Moçambique contra terrorismo

Portugal garante continuação de apoio a Moçambique contra terrorismo

O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, assegurou nesta quinta-feira, 17 de março, que a guerra na Ucrânia…
Timor-Leste: Mais de 850 eleitores inscritos para votarem em Portugal

Timor-Leste: Mais de 850 eleitores inscritos para votarem em Portugal

A Embaixadora de Timor-Leste em Portugal, Isabel Guterres, avançou que existem mais de 850 eleitores inscritos para votarem em território…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin