Guiné-Bissau: PRS começa a analisar a lista dos candidatos a delegados para o Congresso

O Partido da Renovação Social (PRS) reúne o Conselho Nacional para discutir as questões que permitam viabilizar o Vº Congresso do partido.

Esta segunda-feira, 4 de Setembro, o Presidente da Comissão Organizadora do encontro magno da segunda força política na Guiné-Bissau, Orlando Mendes Veigas, disse que os membros do Conselho Nacional vão analisar a lista de candidatos a delegados do PRS ao Congresso, uma vez que “recenseamento de delegados irá iniciar dentro de três dias”.

Os membros do Conselho Nacional vão ainda analisar e aprovar a lista de 120 elementos que vão reforçar a Comissão Organizadora do Congresso (C.O.C.).

A C.O.C conta com 30 elementos. Segundo Orlando Mendes Veigas, esses elementos não iriam conseguir cobrir todo o território nacional, daí a necessidade de aumentar o número de membros da Comissão.

Para o congresso do PRS, concorrerem a presidência do Partido nove candidatos, incluindo o Presidente cessante, Alberto Nambeia, e dois para a função de Secretário-geral entre os quais, o Secretário cessante, Florentino Mendes Pereira.

Tiago Seide

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Rússia só aceita reunião com Zelensky se for para chegar a acordo

Rússia só aceita reunião com Zelensky se for para chegar a acordo

A Rússia reiterou nesta quarta-feira, 16 de março, que só irá aceitar uma cimeira entre o seu Presidente, Vladimir Putin,…
Angola: PR condecorado em Cabo Verde com elevada distinção

Angola: PR condecorado em Cabo Verde com elevada distinção

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, foi condecorado nesta terça-feira, 15 de março, pelo homólogo cabo-verdiano, José Maria…
Brasil: Turismo do Rio na BTL em Lisboa

Brasil: Turismo do Rio na BTL em Lisboa

Gustavo Tutuca promove turismo do Rio de Janeiro, na BTL, em Lisboa A Secretaria de Estado de Turismo do Rio…
Moçambique mantém neutralidade mesmo com pressão dos EUA

Moçambique mantém neutralidade mesmo com pressão dos EUA

A ministra dos Negócios Estrangeiros de Moçambique garantiu que o país vai continuar neutro na guerra entre a Ucrânia e…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin