Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: PRS quer encontrar respostas às crises cíclicas no país desde a independência

GB PRS

O Secretário-geral do Partido da Renovação Social (PRS), Florentino Mendes Pereira disse esta terça-feira 22 de Setembro, no acto da abertura da Conferência Nacional de Setembro de estabilidade para o Desenvolvimento, da iniciativa do seu partido, que é preciso encontrar respostas às crises cíclicas que Guiné-Bissau tem vivenciado desde a independência.

“O lema da Conferência versa sobre a promoção de uma sociedade pacífica, como condição indispensável para o desenvolvimento inclusivo e sustentável, e a paz e a estabilidade são fenómenos complexos, que requerem acção colectiva e forte compromisso de todos os quadrantes da sociedade. Nesta perspectiva, é dever cívico de todos os guineenses contribuir para o alcance desse desidrato”, acrescentou o dirigente do PRS.

Florentino Mendes Pereira, congratulou-se com a vinda de estadistas estrangeiros ao país, para assistir a comemoração da independência da Guiné-Bissau.

O Presidente da Comissão da referida conferência, Tcherno Djaló, salientou que a governação para o PRS não é sinónimo de guerra, mas sim de uma capacidade de criar consensos e defendeu uma mudança profunda na política guineense.

“Precisamos de uma profunda mudança política no país. Esta conferência tem um duplo objectivo, o primeiro é comemorar as conquistas e a vitória granjeada pelo nosso povo e render uma devida homenagem aos heróis que estiveram na vanguarda da luta de libertação mais exemplar da África, liderada pelo Amílcar Cabral” mas também “avaliar a gestão feita dessas vitórias e conquistas, reflectir sobre os problemas da actualidade guineense”, disse.

Milena Fernando Quibina

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo