Guiné-Bissau: DSP diz que resultados da CNE estão impregnados de irregularidades e manipulações

O líder e candidato do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) derrotado na segunda volta das eleições presidenciais na Guiné-Bissau, Domingos Simões Pereira (DSP), disse que os resultados provisórios que foram publicados pela Comissão Nacional das Eleições (CNE) estão impregnados de irregularidades e manipulações, considerando de um autêntico “roubo”. Assim, o partido não vai compactuar com os resultados, “uma vez que o povo nos deu a vitória” sublinhou Domingos Simões Pereira.

O líder do PAIGC alegou que obtiveram evidências onde um apoiante do Movimento para Alternância Democrática (MADEM G15) estava a distribuir dinheiro e fazendo campanha eleitoral em frente das mesas de assembleia de voto no dia da votação, na região de Oio no sector de Bissorã. O candidato dos Libertados destacou ainda o que considera como outra evidência que justifica o seu partido não aceitar os resultados, segundo Simões Pereira, é referente a que numa região o número de cidadãos inscritos é inferior ao número dos cidadãos que votaram.

Simões Pereira disse também que vai lutar para desmascarar quem atacou a soberania popular, e que vai provar as suas razões aplicando todos os mecanismos jurídicos e constitucionais que estão à sua disposições, para garantir assim a vontade do povo expresso nas urnas.

A Comissão Nacional das Eleições (CNE), divulgou esta quarta-feira 1 de Janeiro os dados provisórios da corrida as eleições presidenciais, que dá a vitória ao candidato do Movimento para Alternância Democrática MADEM G15, Umaro Sissoco Embaló que recolheu 293 359 votos representando 53,55%, contra seu rival do PAIGC, Domingos Simões Pereira, com 254 468 equivalente a 46,45%. Segundo a CNE, inscreveram-se 761 676 e votaram 553 521 cidadãos correspondendo a uma participação de 72,67%. A abstenção foi de 27,33% que corresponde a 208 155 inscritos.

Laurena Carvalho Hamelberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin