Guiné-Bissau: Sissoco Embaló reforça a segurança Presidencial

GB Sissoco Embalo

O chefe de estado guineense Umaro Sissoco Embaló remodelou a segurança Presidencial, nomeando um “chefe de estado [Particular] do Presidente da República “.

Um dia depois de exoneração no Ministério do Interior, Umaro Embaló nomeou o Major-General Horta Inta-A para exercer as funções de Chefe de Estado Maior Particular do Presidente da República. O Major-General Tomás Djassi foi nomeado Comandante de Segurança Presidencial.

Esta remodelação acontece pouco depois do golpe de Estado no Gabão, orquestrado pelo chefe de Guarda Republicana Brice Clotaire Oligui Nguema, um familiar do deposto Ali Bongo Ondimba. O Golpe de Estado no Gabão é o mais recente na saga de golpes de Estado no Mali, Guiné Conacri, Burkina Faso e Niger que foram levados a cabo por figuras próximas ou da confiança dos chefes de Estado depostos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola presente em reunião de ministros do G20

Angola presente em reunião de ministros do G20

O ministro de Estado para a Coordenação Económica de Angola, José de Lima Massano, vai chefiar a delegação angolana que…
Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…