Guiné-Bissau: Sissoco Embaló reforça a segurança Presidencial

GB Sissoco Embalo

O chefe de estado guineense Umaro Sissoco Embaló remodelou a segurança Presidencial, nomeando um “chefe de estado [Particular] do Presidente da República “.

Um dia depois de exoneração no Ministério do Interior, Umaro Embaló nomeou o Major-General Horta Inta-A para exercer as funções de Chefe de Estado Maior Particular do Presidente da República. O Major-General Tomás Djassi foi nomeado Comandante de Segurança Presidencial.

Esta remodelação acontece pouco depois do golpe de Estado no Gabão, orquestrado pelo chefe de Guarda Republicana Brice Clotaire Oligui Nguema, um familiar do deposto Ali Bongo Ondimba. O Golpe de Estado no Gabão é o mais recente na saga de golpes de Estado no Mali, Guiné Conacri, Burkina Faso e Niger que foram levados a cabo por figuras próximas ou da confiança dos chefes de Estado depostos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

NASA vai medir emissões de calor nos polos no planeta Terra

NASA vai medir emissões de calor nos polos no planeta Terra

A missão PREFIRE (Polar Radiant Energy in the Far-InfraRed Experiment), iniciada recentemente pela NASA, a agência espacial dos Estados Unidos…
Angola: PRS aumenta interação em Benguela

Angola: PRS aumenta interação em Benguela

O Partido de Renovação Social (PRS) iniciou recentemente um conjunto de ações de constatação e interação com os secretariados municipais,…
Goa: Ministro-chefe garante que Estado está preparado para as monções

Goa: Ministro-chefe garante que Estado está preparado para as monções

O Ministro-chefe de Goa, Pramod Sawant, afirmou, esta semana, que o estado costeiro está preparado para enfrentar a próxima temporada…
Moçambique: Mega-projetos causam prejuízo de 24.7 mil milhões de meticais

Moçambique: Mega-projetos causam prejuízo de 24.7 mil milhões de meticais

Os Projetos de Grande Dimensão e as Concessões Empresariais, geralmente conhecidos como “mega-projetos”, registaram em 2023 um prejuízo de 24.755,45…