Guiné-Bissau: Sissoco exonera o Presidente do Tribunal Militar Superior, Daba Naualna

De acordo com o decreto presidencial divulgado, esta quinta-feira 23 de Junho, pelo Gabinete de Comunicação e Relações Públicas do Presidente da República, “é o Brigadeiro-general, Daba Naualna exonerado do cargo do Presidente do Tribunal Militar Superior, para o qual havia sido nomeado por decreto Presidencial Nº3/2018, de 16 de Fevereiro”.

O documento presidencial não apontou os motivos da decisão do Presidente da República Umaro Sissoco Embaló, salientando apenas que foi uma “proposta do Governo, por iniciativa do Chefe de Estado de Estado-maior General das Forças Armadas [Biaguê Na N’Tan] e aprovada pelo Conselho Superior da Defesa Nacional”.  

Fontes militares indicam que a exoneração do Brigadeiro-general, Daba Naualna, do cargo do Presidente do Tribunal Militar Superior  é motivada pela sua recusa de manter na prisão alguns militares guineenses suspeitos de envolvimento em alguns casos de alegadas tentativas subversão da ordem ou de golpes de Estado, incluindo o caso 1 de Fevereiro com o assalto ao Palácio do Governo.

Pouco depois do ataque ao Palácio do Governo, o Chefe de Estado-maior General das Forças Armadas, Biaguê Na N’Tan, acusou o Tribunal Militar de ter ordenado, no passado, a libertação de “indivíduos que viriam a envolver-se no caso 1 de Fevereiro”, segundo as suas palavras.   

Para substituir Daba Naualna, o Chefe de Estado guineense, nomeou o Brigadeiro-General, Quinto Quadé, até aqui o seu Conselheiro para a Área da Defesa e Segurança.

O Brigadeiro-General Daba Naualna, militar formado em Direito, foi o Porta-voz do Comando Militar que deu golpe de Estado a 12 de Abril de 2012, sob o qual pende ainda as sanções das Nações Unidas.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde encontra-se entre os 21 melhores destinos para se visitar em janeiro de 2023, de acordo com a lista…
Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

A Vice-Presidente de Angola, Esperança da Costa, partilhou a sua surpresa no que diz respeito à existência de um grande número…
Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu a primeira avaliação do programa de financiamento de três anos ao Orçamento do Estado…
Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…