Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Sissoco quer equilíbrio étnico na substituição de Papa Camará

GB Sissoco uniforme

O Chefe de Estado-maior General das Forças Armadas, Biaguê Na N’Tan, efectivou a sua intenção de exonerar o actual Chefe de Estado-maior da Força Aérea, e propôs a Umaro Sissoco Embaló o Director da Escola da Língua e Informática das Forças Armadas, Watna Sia para substituir Papa Camará.

Para as funções de vice-Chefe do Estado-maior da Força Aérea, Na N’Tan sugeriu Horta, actual Presidente do Instituto da Defesa Nacional.

Confrontado com a proposta do Chefe de Estado-maior General das Forças Armadas, e de acordo com uma fonte militar, o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, pediu que seja escolhido outro oficial que não seja de etnia balanta a fim “de equilibrar a estrutura hierárquica”.

Foi com base neste princípio que surgiu o nome de Mamasaliu Embaló, da contra inteligência militar, para assumir a função de vice ou Chefe de Estado-maior da Força Aérea, em substituição de Papa Camará, que esteve no cargo, desde 2009, após uma eleição entre seis oficiais.

Segundo a fonte, com a objecção de Watna Sia pelo Presidente da República, o Conselho da Defesa, que deverá reunir esta quarta-feira 6 de Janeiro, terá de decidir, entre Filinto Horta e Mamasaliu Embaló, quem será o novo Chefe de Estado-maior da Força Aérea.

Sobre o futuro de Papa Camará sabe-se que Biaguê Na N’Tan pretende o nomear para o cargo de Presidente do Instituto da Defesa Nacional, uma função que desagrada Papa Camará.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo