Guiné-Bissau: Sissoco quer tomar posse a 27 de Fevereiro, com ou sem o consentimento do STJ ou ANP

O candidato declarado vencedor nas eleições presidenciais, segundo a Comissão Nacional de Eleições (CNE), Umaro Sissoco Embaló, anunciou esta quinta-feira 6 de Fevereiro que vai tomar posse a 27 de Fevereiro, com ou sem o consentimento do presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP), Cipriano Cassamá, ou do Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

Sissoco Embaló que falava à imprensa no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira, na presença de todos os seus apoiantes e simpatizantes, disse que caso continuar o bloqueio do presidente do Parlamento, Cipriano Cassamá, os vice-presidentes, Nuno Gomes Nabiam e Satú Camará, “assumirão a responsabilidade” de o “empossar como o candidato declarado vencedor em qualquer sítio da Guiné-Bissau”.

A actuação do actual Governo também não escapou às críticas de Sissoco Embaló que considera que o chefe do Executivo não tem competência de proceder a mudanças nos ministérios, referindo-se concretamente à pasta titulada no passado pela deputada Suzi Barbosa, substituída pelo primeiro-ministro por Ruth Monteiro, a qual exercia a função de Ministra da Justiça e dos Direitos Humanos.

Laurena Carvalho Hamelberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin