Guiné-Bissau: Sissoco vai extinguir a Comissão Interministerial de Acompanhamento de Prevenção do Covid19

O presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, anunciou no final da tarde desta terça-feira 20 de Maio, que extinguir a Comissão Interministerial de Acompanhamento de Prevenção do Coronavírus na Guiné-Bissau e criar um Alto-comissário de Covid-19, para pôr fim ao estado de Emergência e adaptar o país a viver com a pandemia.

“Vamos criar uma” equipa forte “e se calhar, sair de estado de Emergência. Isto absorveu muito tempo aos ministros e sobrecarregou-os de trabalho”, disse o chefe do Estado.

Na sua declaração, depois do fim da reunião com os membros da Comissão Interministerial, o primeiro magistrado da nação revelou que o Alto-comissário de Coronavírus terá uma equipa constituída por um coordenador, um secretário entre outros cargos, que não adiantou, para Sissoco Embaló, o Alto-comissário só recebe ordens directas do Presidente de República e irá permitir aos ministros que retomem plenamente as suas funções.

Laurena Carvalho Hamelberg

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…
Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

A União Europeia (UE) vai financiar, com 90 milhões de euros, quatro novos projetos, em Angola. O montante vai ser…