Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Supremo Tribunal oficializa o novo partido Liderança para o Desenvolvimento Sustentável

Filinto Omar Martins Salla, líder do LIDS

O Supremo Tribunal de Justiça guineense (STJ) acaba de autorizar a inscrição no livro de registo do STJ de mais uma formação política. Trata-se da Liderança para o Desenvolvimento Sustentável, chefiado pelo antigo Presidente do Instituto da Juventude, Filinto Omar Martins Salla.

O novo partido usará a sigla “LIDS”, e cujo símbolo é uma circunferência cuja base inferior é formada por duas mãos abertas, uma branca e preta, sendo a parte superior formada por uma faixa e no interior está escrito com letras maiúsculas, “L” a vermelho, “I” preto (representando uma caneta), amarelo “D” e verde “S”.

No despacho assinado pelo Presidente do STJ, o juiz conselheiro Paulo Sanha, lê-se que se juntou a relação nominal dos requerentes e os respectivos atestados de residência, estatutos, programa, sigla e símbolo, asseverando que o requerimento foi apreciado e aprovado com 2.138 associados.

“Pelo que ficou exposto, autorizo a inscrição no livro de registo próprio do Supremo Tribunal de Justiça, desta formação política, que usará, doravante, a sigla “LIDS” e adoptará a bandeira com forma de semi-retângulo azul sobreposto por um semi-retangulo branco, no centro do qual figura a sigla LIDS e em cima o slogan “NÔ KUMPU DINÓS”.

Com o surgimento de “LIDS”, a Guiné-Bissau tem agora mais de meia centena de partidos políticos, com uma população estimada em pouco mais de 1.520.800 habitantes, de acordo com o último recenseamento geral de 2009.

Tiago Seide

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo