Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Suzi Barbosa demite-se para salvaguardar a sua “dignidade”

Suzi Carla Barbosa

Suzi Carla Barbosa enviou esta sexta-feira 24 de Janeiro uma carta ao gabinete do Primeiro-Ministro, Aristides Gomes, apresentando a demissão do cargo de Ministra dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades.

A segunda vice-presidente do grupo parlamentar do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), justificou a sua renúncia com motivos pessoais e políticos, segundo a carta dirigida ao chefe do Executivo, que para Suzi Barbosa são fundamentais para salvaguardar a sua dignidade, que de qual não abdica.

“A minha demissão do governo, que representei com orgulho, deve-se a motivos pessoais e políticos que considero fundamentais para salvaguarda da minha dignidade, da qual tenho direito e não abdico”, lê-se na carta.

A deputada Suzi Barbosa aproveita para agradecer pela confiança que lhe foi depositada enquanto servidora e defensora do país, e afirma que continuará com a contribuir para o desenvolvimento da Guiné-Bissau.

A demissão de Suzi Carla Barbosa do seu cargo, sem grandes explicações, é uma bomba nas mãos do Governo e na união do PAIGC, que já foi surpreendido a 5 e 7 de Janeiro quando foram difundidas imagens da Deputada e Ministra em Abuja juntamente com candidato eleito Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló. A presença de Suzi Barbosa na Nigéria foi interpretada como uma “traição” ao governo que fazia parte, e supostamente deveria ter prestado explicações ao seu Partido e ao governo. Cerca de 15 dias depois Suzi Barbosa volta a surpreender o PAIGC, apresentando a sua demissão.

Laurena Carvalho Hamelberg

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo