Diplomacia | Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Umaro Sissoco Embaló acusa Alpha Condé de tentar impedir a sua eleição

Durante uma entrevista ao canal de televisão privado senegalês TFM, o presidente eleito da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, acusou o presidente da Guiné Conacri de ter “feito tudo” para que não fosse eleito.

“Nós somos obrigados a viver em paz com os nossos vizinhos próximos da nossa sub-região. Mesmo com o presidente Alpha (Condé), agora que somos homólogos,… somos obrigados a esquecer tudo e caminhar juntos”, disse Umaro Sissoco Embaló à TFM.

“Não o posso odiar simplesmente por ele não gostar de mim. Ele fez tudo para que eu não fosse presidente. Mas a partir do momento que os Bissau-guineenses me elegeram, os ataques entre ele e mim acabaram. Não somos Senghor e Sékou Touré”, disse o presidente eleito da Guiné-Bissau referindo-se a Alpha Condé.

“Darei todo o respeito mesmo se ele não gosta de mim. Ele não precisa de gostar de mim, eu também não. Tenho simplesmente de o respeitar como um homólogo e ele tem de mudar para moldar um respeito mútuo”, sustentou Umaro Sissoco Embaló.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo