Guiné-Bissau: Umaro Sissoco Embaló ameaça dissolver o parlamento

O Presidente da Guiné-Bissau Umaro Sissoco Embaló ameaçou, esta quarta-feira 22 de abril, dissolver o parlamento em caso de “bloqueio”.

“É preciso que as pessoas se preparem para as eleições legislativas”, disse Umaro Sissoco Embaló aos jornalistas após um encontro com as Chefias Militares. Embaló sublinhou que que não tem problema de “acabar” com o parlamento. “Com todo respeito, ele é meu pai, mas eu não sou o José Mário Vaz”, sublinhou acrescentando que “no dia em que o Parlamento mostrar um sinal de bloqueio vou dissolvê-lo em plena luz do dia, até porque já informei os meus pares da sub-região”, disse.

Para Sissoco Embalo, a Guiné-Bissau mudou e “já não é aquela República das bananas. Comigo isso acabou. Não vai haver mais. A minha caneta é uma minha bomba atómica” e “quem pensar que vai sequestrar a Guiné-Bissau vai pagar caro”, disse.

Indicado como vencedor das últimas eleições presidenciais pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) e cujos resultados ainda carecem da validação do STJ, à luz da Constituição da República, Umaro El Mocktar Sissoco Embaló foi empossado “simbolicamente” a 27 de Fevereiro de 2020, à revelia do Parlamento e do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), tendo demitido o Governo, saído das últimas eleições legislativas à margem da Constituição da República.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin