Guiné-Bissau: Júlio Mendonça reeleito Secretário-geral da UNTG

GB UNTG

Os Delegados no Vº Congresso da União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG) elegeram sábado 22 de Outubro por unanimidade, Júlio Mendonça para um segundo mandato de 4 anos, como o Secretário-geral da maior Central Sindical guineense.

A reeleição de Júlio Mendonça aconteceu ao ar livre “tudo porque as forças de segurança impediram os delegados terem acesso ao Salão onde deveria decorrer o Congresso, por alegada ordem superior”, disse um dirigente sindical, segundo ainda o qual, o Secretário de Estado, Augusto Cabi, desconhecia a presença de forças de segurança no local do Congresso.

O caso foi reportado pela Frente Social, que agrupa os Sindicatos da Educação e da Saúde. A organização escreve que “forças de segurança cercaram o portão de acesso à reunião magna de maior Central Sindical guineense”.

O congresso da UNTG aconteceu depois de o Tribunal Regional de Bissau ter considerado “improcedente uma acção judicial intentada por um dirigente sindical e que impedia a realização da reunião”.

Mamandin Indjai

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

China realça "importância estratégica" da cooperação militar com Moçambique

China realça "importância estratégica" da cooperação militar com Moçambique

O ministro da Defesa da China, Dong Jun, afirmou recentemente que o aprofundamento da cooperação militar com Moçambique é de…
Angola regista crescimento de 4,6% na economia

Angola regista crescimento de 4,6% na economia

Os mais recentes dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola indicam que a economia do país teve um crescimento…
Cabo Verde regista aumento do PIB em 10,2% no início de 2024

Cabo Verde regista aumento do PIB em 10,2% no início de 2024

O Instituto Nacional de Estatística (INE) de Cabo Verde partilhou nesta semana que o Produto Interno Bruto (PIB) nacional registou…
Timor-Leste: Governo começa a dar assistência alimentar durante três meses

Timor-Leste: Governo começa a dar assistência alimentar durante três meses

O Governo timorense começou nesta semana a prestar assistência alimentar, durante três meses, a mais de 18.000 pessoas afetadas pelo…