Portugal entrega à Guiné-Bissau 76 mil vacinas contra a Covid-19

Guiné-Bissau Covid-19

Portugal doou à Guiné-Bissau um lote de 76 mil vacinas, da farmacêutica AstraZeneca, contra a Covid-19. Este é o segundo lote, o primeiro foi em Julho e com 24 mil vacinas, totalizando assim, 100 mil vacinas contra Covid-19 doadas por Portugal à Guiné-Bissau.

Segundo um comunicado da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação portuguesa, as vacinas serão acompanhadas de material para a administração do medicamento da AstrazZeneca, nomeadamente, seringas e agulhas, devendo ser entregues esta semana às autoridades guineenses pela embaixada de Portugal em Bissau.

“As vacinas vão chegar à Guiné-Bissau numa acção conjunta do ministério dos Negócios Estrangeiros, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, embaixada de Portugal em Bissau e o Ministério da Saúde, através da Direcção-Geral da Saúde (DGS)”, refere a nota da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação portuguesa.

As ofertas enquadram-se no âmbito de plano de acção da resposta sanitária à pandemia da Covid-19 entre Portugal e os países africanos lusófonos e Timor-Leste. 

Pandemia na Guiné-Bissau

Sobre o quadro geral da pandemia na Guiné-Bissau durante este ano (2021), “há um número cumulativo de 28.478 viajantes rastreados na entrada e 24.224 viajantes rastreados na saída do país”.

De acordo com uma nota do Alto Comissariado de Luta Contra Covid-19, a que a e-Global teve acesso, “na última semana, foram testadas 1.615 amostras a nível nacional, sendo que 652 resultam da vigilância de rotina nas unidades de saúde e da testagem de contactos de pacientes positivos, 760 do rastreio de viajantes e 203 do controlo de positividade”.

“Dos novos casos testados, 1.495 revelaram-se negativos e 120 revelaram-se novos casos positivo para a COVID-19”, refere a mesma fonte documental, conforme ainda a qual, “destes, 69 casos pertencem ao Sector Autónomo de Bissau, 14 casos a região de Oio, 10 casos a região de Bijagós, 8 casos a região de Tombali, 5 a região de Gabu, 5 casos a região de Biombo, 3 a região de Bafatá e 2 a região de Quinara”.

Dados divulgados esta terça-feira pelo Alto Comissariado de Luta Contra COVID-19 indicam um total de 6.022 casos confirmados, entre os quais, registaram-se 125 óbitos e 386 hospitalizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: João Lourenço diz que SADC é “um bom exemplo” dos processos eleitorais livres e transparentes

Angola: João Lourenço diz que SADC é “um bom exemplo” dos processos eleitorais livres e transparentes

João Lourenço, que é Presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês), defendeu…
Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

No Brasil o portal de notícias “globo.com” refere que “Tragédia no RS é usada para golpes de anúncios falsos e…
Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Sayyed Hassan Nasrallah, o Secretário-Geral do Hezbollah, deu um discurso aos seus apoiantes, na passada sexta-feira, com críticas e ameaças…
Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Um grupo de cientistas do British Antarctic Survey descobriu que os níveis recorde de gelo marinho, na Antártida, em 2023,…