Cabo Verde | Guiné-Bissau

PR da Guiné-Bissau realça primeira visita de um PR de Cabo Verde

Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, com Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, na Guiné-Bissau
Jorge Carlos Fonseca com Umaro Sissoco Embaló

O Presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, acolheu nesta segunda-feira, 18 de janeiro, o homólogo cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca. A ocasião foi aproveitada para realçar que se tratava da primeira vez que o seu país recebia a visita oficial de um chefe de Estado de Cabo Verde. 

A visita do governante cabo-verdiano está prevista durar 72 horas. À sua chegada, Sissoco declarou que a relação entre ambos os países africanos tem sido recíproca, uma vez que também nenhum Presidente da Guiné-Bissau visitou oficialmente a o arquipélago, apesar dos laços históricos que os unem. 

“Os outros vieram à Guiné-Bissau, mas em contextos diferentes. Nascimentos, tomadas de posse e, quando digo isso também, é recíproco. Nenhum presidente da Guiné-Bissau efetuou uma visita oficial a Cabo Verde”lembrou. 

Como tal, defendeu, é preciso “elevar o nível das representações diplomáticas” entre os países. 

Também Jorge Carlos Fonseca falou sobre a necessidade da união entre os dois países, independentemente das conjunturas políticas. Assim, apelou à criação de uma base sólida entre Cabo Verde e Guiné-Bissau. 

“Independentemente de quem é o Presidente, primeiroministro ou partido no poder, isto não pode interessar para que Cabo Verde e Guiné-Bissau estejam juntos. O que nos une é a história, a luta, a fraternidade. Portanto, podem mudar os partidos, as maiorias no Parlamento, temos de criar uma base sólida para que Cabo Verde e Guiné-Bissau estejam juntos e trabalhem juntos”concluiu.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo