Rumores de “assalto” à Assembleia leva Grupo dos P5 a reunirem com Cipriano Cassamá

Perante os rumores de ameaças não oficiais de que as autoridades governamentais pretendem tomar de “assalto” a Assembleia Nacional Popular (ANP), caso o seu Presidente, Cipriano Cassamá, não facilitar a votação do programa do Governo, o Grupo dos P5 (grupo composto pelas Nações Unidas, União Africana, CEDEAO, CPLP e União Europeia), esteve reunido esta quinta-feira com o presidente do hemiciclo.

Segundo foi possível apurar, na reunião, depois do Presidente do parlamento ter feito a exposição sobre as alegadas ameaças, o Grupo dos P5, prometeu continuar a acompanhar o evoluir da situação.

O Governo, liderado por Umaro Sissoco Embaló, deve apresentar brevemente o seu programa aos deputados. Uma obrigação constitucional, mas que é expectável uma resistência de órgãos internos do parlamento, nos quais, do PAIGC maioritário na ANP, enquanto o partidor vencedor das últimas eleições legislativas.

Círculos governamentais temem que o executivo não consiga apresentar o seu programa nos prazos previsto na Lei, tal como aconteceu com o governo anterior, liderado por Baciro Djá, incorrendo assim a inconstitucionalidade do exercício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Presidente promulga OGE de 2022

Timor-Leste: Presidente promulga OGE de 2022

O Presidente timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, promulgou nesta segunda-feira, 03 de janeiro, o Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2022.…
Cabo Verde: Porto Novo tem 23 mil contos para emprego e infraestruturas

Cabo Verde: Porto Novo tem 23 mil contos para emprego e infraestruturas

O Governo cabo-verdiano disponibilizou 23 mil contos (209 mil euros) ao município de Porto Novo, em Santo Antão. O dinheiro…
Botsuana dá ordens para matar terroristas em Moçambique

Botsuana dá ordens para matar terroristas em Moçambique

As Forças Armadas do Botsuana receberam ordens para matar os terroristas em Moçambique, caso não se rendam em combates. A…
São Tomé e Príncipe: Carlos Vila Nova diz que "é preciso dar o salto para a modernidade, em 2022"

São Tomé e Príncipe: Carlos Vila Nova diz que "é preciso dar o salto para a modernidade, em 2022"

O Presidente da República São-Tomense, Carlos Vila Nova disse que “é preciso dar o salto para a modernidade”. Essas declarações…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin