Guiné-Bissau

Tribunal anula eleição de Braima Camará à presidência da Câmara do Comércio

Foto: e-GLOBAL

A Vara Cível do Tribunal Regional de Bissau anulou todas deliberações tomadas na última assembleia-geral da Câmara do Comercio Industria, Agricultura e Serviço (CCIAS) que teve lugar a 4 de abril 2015 em Bissau e que designou Braima Camará como presidente da desta instituição empresarial.

A decisão surge na sequência de uma providência cautelar interposta por Idrissa Djalo, um dos empresários e associado da organização que já denunciara graves irregularidades no processo que resultou na altura com a escolha de Camará.

De acordo com o acórdão, com a data do dia 26 de fevereiro, assinado pela juíza Epifania Fonseca, a direção de Braima Camará na CCIAS foi condenada ao pagamento dos custos finais relativamente ao processo em causa.

Contactado pela e-GLOBAL, Idrissa Djalo mostrou-se satisfeito, sublinhando que esta foi a reposta da justiça num processo que em tempo tinha reclamado das suas irregularidades devido à forma como o processo eleitoral foi organizado.

Djalo referiu também a não apresentação do relatório de atividades e contas pela direção cessante, a não convocação da reunião de associados para discussão e eventual aprovação do referido relatório, bem como a forma como o processo de votação foi organizado.

Juliano Fernandes advogado da CCIAS disse que o seu constituinte vai recorrer da decisão.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo