Tribunal Regional de Bissau anula decisão da expulsão de Baciro Djá do PAIGC

O Tribunal Regional de Bissau anulou a deliberação do Conselho Nacional de Jurisdição do PAIGC que expulsou Baciro Djá, do partido, enquanto terceiro vice-presidente.

O despacho, datado desta terça-feira, 4 de maio, assinado pelo Juiz do Direito, Lassana Camará, foi divulgado na quinta-feira, em Bissau, alimentando assim uma nova dinâmica nas movimentações políticas, que deverá determinar a formação do novo Governo em perspetiva.

Baciro Djá faz parte do grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC pela atual direção e foi Primeiro-ministro do Governo que menos tempo durou na história da democracia guineense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Angola: Bento defende delegados competentes para 2022

Angola: Bento defende delegados competentes para 2022

O primeiro secretário do MPLA em Luanda, Bento Bento, defendeu a eleição de delegados competentes e comprometido com o país para o…
Cabo Verde: PAICV queixa-se de custos do novo Governo e Correia e Silva responde

Cabo Verde: PAICV queixa-se de custos do novo Governo e Correia e Silva responde

O PAICV acusou o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, de formar um Governo “obeso e custoso”, de 28 elementos. Segundo o…
Moçambique: Custo de vida no país diminuiu em maio

Moçambique: Custo de vida no país diminuiu em maio

Moçambique teve uma deflação em maio, comparativamente ao mês anterior. A informação foi avançada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). De acordo com este organismo oficial,…
Timor-Leste: Governo e Parlamento analisam combate à Covid-19

Timor-Leste: Governo e Parlamento analisam combate à Covid-19

O Governo timorense foi ao Parlamento nesta segunda-feira, 14 de junho, para debater a estratégia nacional de prevenção e combate…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin