A imagem é liberada livre de copyrights sob Creative Commons CC0. Você pode baixar, modificar, distribuir e usá-los royalty free para qualquer coisa que você gosta, mesmo em aplicações comerciais. A atribuição não é obrigatória.

AI informa que Guiné Equatorial não executou nem condenou à pena de morte em 2019

A Amnistia Internacional (AI) informou que a Guiné Equatorial não executou nem decretou condenação à morte no ano passado, considerando estes factos como sinais positivos em relação à abolição deste tipo de pena no país.

No relatório anual da organização não governamental (ONG) sobre a aplicação da pena de morte no mundo pode ler-se que a Guiné Equatorial está assim entre os países da África subsaariana com progressos na matéria. No entanto, o documento não regista informações sobre o número de pessoas que até ao final de 2019 tinham condenações à pena de morte.

“Foram registadas medidas e declarações positivas que podem levar à abolição da pena de morte na República Centro-Africana, Guiné Equatorial, Gâmbia, Quénia e Zimbabué”, pode ler-se.

O relatório lembra as declarações do Presidente equato-guineense, Teodoro Obiang Nguema, que em abril, durante uma visita oficial a Cabo Verde, anunciou a intenção de submeter, brevemente, ao Parlamento do país uma proposta de lei para abolir a pena de morte.

Esta foi uma das condições estabelecidas pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para se poder fazer parte da mesma, mas desde que a Guiné Equatorial aderiu, em 2014, que tal não foi ainda extinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin