China quer convencer Guiné Equatorial a acolher base naval chinesa

A China quer construir uma base naval na Guiné Equatorial, avança o “VOA”. Para demoverem as autoridades do país africano de aceitar que isso aconteça, os Estados Unidos da América decidiram enviar nesta segunda-feira, 14 de fevereiro, uma delegação de alto nível para o território equato-guineense

De acordo com o porta voz do Departamento de Estado norte-americano, a secretária de Estado assistente para Assuntos Africanos, Molly Phee, vai ser acompanhada pelo diretor de estratégia e programa do Comando Africano (AFRICOM), o Major General Kenneth Ekman, e pelo conselheiro especial para estratégia em África do Conselho Nacional de Segurança, Judd Devermont. 

Quanto ao tema da base chinesa, o porta-voz preferiu não fazer qualquer referência, tendo dito apenas que a delegação vai discutir “a importância de trabalhar juntos para se fazer face aos desafios de segurança marítima”. Outros assuntos debatidos serão o tráfico de seres humanos, as mudanças climáticas e o respeito pelos direitos humanos. 

Trata-se da segunda vez, em quatro meses, que entidades americanas de alto nível se deslocam à Guiné Equatorial para debaterem a questão. Em outubro do ano passado o vice conselheiro de segurança nacional Jon Finer deslocou-se a Malabo, capital equato-guineense. 

Nessa ocasião, uma fonte oficial americana não identificada declarou aos jornais americanos que os Estados Unidos “tornaram claro que alguns potenciais desenvolvimentos envolvendo atividade chinesa iriam levantar preocupações de segurança”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin