Delegação da Guiné Equatorial assinou acordos de cooperação com a China

Uma delegação equato-guineense dirigiu-se até Pequim, capital da República Popular da China, para serem assinados acordos de cooperação entre os dois países. Foram realizadas duas reuniões na terça-feira, 25 de junho, tendo os representantes da Guiné Equatorial sido recebidos pelo membro do Bureau Político e Diretor do Escritório do Comité Central do Partido Comunista da China (PCC), Yang Jieche, e pelo ministro de Estado e ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Wang Yi.

Foram revistos, em ambos os encontros, os benefícios mútuos entre os dois povos e a cooperação bilateral, bem como a insistência da parte da Guiné Equatorial acerca da necessidade de apoio da China para lançar a segunda fase do seu programa de desenvolvimento económico nacional, constituído pela criação de pequenas e médias indústrias.

O ministro equato-guineense dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Simeón Oyono Esono, deu a conhecer aos seus interlocutores a posição da Guiné Equatorial em matéria de política internacional, tendo apoiado o princípio da União Africana sobre a reforma do Conselho de Segurança para que África tenha membros permanentes e com o direito de veto, uma posição que a China sempre aprovou.

A Guiné Equatorial disse necessitar da assistência do Governo chinês a nível de investimento, financiamento e assessoria, uma vez que, graças à experiência do país asiático, com o qual contou para a primeira fase, é possível implementar a segunda fase do Programa de Desenvolvimento Nacional definido para o Horizonte 2035.

No final da reunião foi assinado um acordo de cooperação económica e técnica entre os governos da República da Guiné Equatorial e República Popular da China, através do qual determinados projetos poderiam ser implementados em benefício da população do país africano.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial e França querem aumentar esforços na Defesa

Guiné Equatorial e França querem aumentar esforços na Defesa

A Guiné Equatorial e a França têm o objetivo de redobrar esforços no setor da Defesa.  O vice-presidente equato-guineense, Nguema…
Cabo Verde: Correia e Silva admite falta de recursos humanos no MP

Cabo Verde: Correia e Silva admite falta de recursos humanos no MP

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, reconheceu que há falta de recursos humanos no Ministério Público (MP). A afirmação…
Angola: BNA exige reporte sobre pedidos de concessão de crédito

Angola: BNA exige reporte sobre pedidos de concessão de crédito

O Banco Nacional de Angola (BNA) passa a exigir que as instituições financeiras bancárias submetam informações sobre os pedidos de…
Moçambique: Governo aprova salários precisos no âmbito da TSU

Moçambique: Governo aprova salários precisos no âmbito da TSU

O Governo moçambicano aprovou nesta terça-feira, 17 de janeiro, os quantitativos definitivos de remunerações dos funcionários do aparelho do Estado…