Guiné Equatorial

Partidos da oposição boicotam eleições presidenciais

Apesar da ausência dos principais partidos da oposição, o presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, irá defrontar seis candidatos nas eleições do próximo dia 24 de abril.

O canal de televisão nacional anunciou no último domingo à noite a lista oficial de candidatos que confrontará Obiang Nguema: Bonaventura Monsuy Asumu, do Partido da Coligação da Social Democracia (PCSD), Carmelo Mba Badale, da Ação Popular da Guiné Equatorial (APGE), Avelino Mocache Mehenga, da União do Centro Direita (UCD); e ainda três candidatos independentes: Agustin Masoko Abegue, Benedicto Obiang Mangue e Tomas Mba Monabang.

O principal partido da oposição, a Frente da Oposição Democrática (FOD), maior rival do partido de Obiang Nguema, o Partido Democrático da Guiné Equatorial (PDGE), anunciou que não irá participar no ato eleitoral e apelou ao boicote do mesmo por se tratar de mais uma fraude.

A FOD, que é composta pela Convergência para a Social Democracia (CPSD), pela União Popular (UP) e pela Força Democrática Republicana (FDR), além do movimento para a auto-determinação da ilha de Bioko, acusa os candidatos desafiadores de serem politicamente neófitos e atores políticos que se predisporem a validar a farsa eleitoral que reconduzirá Obiang Nguema, após 37 anos consecutivos no poder.

Andres Esono, Secretário-Geral CPDS, disse já à AFP que não reconhecerá a vitória anunciada de Obiang Nguema.

 

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo